Hemorroida – O que é, como tratar, efeitos e prevenção

As hemorroidas são problemas considerados bastante comum entre as pessoas, são situações de extremo desconforto e constrangimento; no qual necessita de um tratamento adequado com urgência, para que a situação não venha a se agravar ainda mais.

A hemorroidária, mais conhecida como hemorroida, é uma doença causada por um aumento de pressão nas veias que se encontram na região anal, essa doença atinge cerca de 5% da população. Hemovirtus ou Proctosan, são remédios indicados para a devida situação. Ninguém é imune às hemorroidas.

As demandas dos medicamentos relacionados aumenta gradativamente, tanto no comércio de medicamentos quanto nas redes de saúde.

No decorrer deste artigo, será possível evidenciar toda a informação detalhada sobre essa situação, desde suas causas até os tratamentos.

O que é hemorroida?

A hemorroida é o excesso de sangue nas veias que se localizam na região anal, causando a dilatação e a inflamação das veias, essa doença se divide em interna e externa, a interna se caracteriza quando ocorre dentro do ânus.

hemorroida desenho

A externa, se caracteriza quando ocorre saindo do ânus, popularmente conhecida hemorroida também pode ser chamada de “nódulo no reto” ou “nódulo retal“.

Pode ocorrer também um caroço endurecido que aparece de repente e causa muita dor. Isso é a trombose hemorroidária causada pela coagulação do sangue dentro dos vasos sanguíneos da hemorroida.

Sintomas

As hemorroidas internas geralmente não apresentam desconfortos ou dores, elas só conseguem ser identificadas na presença de sangue nas fezes ou pelo toque retal, e apenas nos casos mais graves causam dores ou desconfortos. Já as hemorroidas externas são mais dolororas e perceptíveis.

  • Irritação e coceira ao redor do ânus;
  • Vazamento fecal;
  • Dificuldade para defecar;
  • No caso de hemorroidas internas ocorre a saída de um líquido branco;
  • Dor anal, principalmente enquanto se está sentado;
  • Sangue ao redor das fezes ou no papel higiênico após limpar-se;
  • Aumento das veias do ânus.

Tipos de hemorroidas

Existem variações nos tipos e graus das hemorroidas, algumas com tratamento de cura simples e caseiro, e outros que chegam a precisar de cirurgia para que possam ser retiradas, elas são dividas de acordo com o tamanho:

  1. Grau I – Tem sangramento mas continuam no interior do ânus não saindo para fora;
  2. Grau II – Sangra e saem para fora, mas retornam espontaneamente;
  3. Grau III – Sangra, sai para fora e só retornam para dentro com auxílio do dedo (empurrar para dentro);
  4. Grau IIII – Sangra e fica sempre para fora. Não volta mais nem empurrando com o dedo.

Causas

Entre as principais causas de hemorroidas, estão o excesso de peso, que causa o aumento da pressão nas veias abdominais.

hemorroida causas

Na gravidez, pelo aumento da pressão exercida na região pélvica, mas também podem ser causadas por:

  • Levantar regularmente objetos pesados;
  • Envelhecimento;
  • Diarreia crônica;
  • Resfriado;
  • Infecções anais;
  • Alimentação pobre em fibras.

Fatores de risco

Existem situações no qual contribuí fortemente para o aparecimento das hemorroidas, tais como:

  1. Gravidez – Acontece decorrente da pressão que o feto provoca sobre as veias da parte inferior do abdômen.
  2. Prisão de ventre – Normalmente quando prende o intestino, é necessário fazer força para evacuar, no qual contribuí fortemente para a inflamação das veias.
  3. Sexo anal – É capaz de provocar fissuras em um local muito vascularizado.

Tratamento

O tratamento pode ser feito com cuidados caseiros, uma dieta rica em fibras, ingestão de 2 litros de água por dia, evitar esforços, e outros cuidados como:

  • Emolientes ajudam a reduzir o esforço;
  • Pomadas com corticoides que ajudam a reduzir a dor e o inchaço;
  • Loção feita com casca de hamamélis;
  • Pomadas com lidocaína para reduzir a dor;
  • Evitar usar papel higiênico, lavando a região com água e sabão ou usando lenços umedecidos quando não estiver em casa;
  • Tomar banho com assento;
  • Não fazer muita força para evacuar.

Há também outros métodos de tratamento como a redução de alimentos picantes e de bebidas alcoólicas, o álcool piora os sintomas da hemorroida, pois pode ser prejudicial ao sistema digestivo, assim como alimentos picantes que podem também intensificar os sintomas dessa doença.

Vale lembrar, que para qualquer medicação é necessário uma consulta médica, a automedicação é totalmente contraindicada, pois pode ocasionar em sérios riscos para a saúde do paciente; um profissional médico é capacitado para analisar a situação e indicar o melhor tratamento e medicação para a decida situação.

A procedência de um medicamento é essencial antes da utilização, todos os medicamentos devem ter o certificado de aprovação da ANVISA(Agência Nacional de Vigilância Sanitária), desta forma é possível ter a segurança de sua procedência desde seu processo de fabricação até os testes laboratoriais.

Cirurgia

Se nenhum dos tratamentos indicados for eficaz, há também cirurgias para acabar com a hemorroida interna ou externa.

hemorroida operacao

A ligadura elástica foi criada por Blaisdell em 1958, modificada e melhorada por Barron em 1962, para o tratamento da hemorroida interna. Ela se caracteriza por estrangular o mamilo hemorroidário por anéis elásticos aplicados através do anuscópico.

Esse tratamento é utilizado para as hemorroidas do, e grau, segundo a classificação de Goligher JC. Essa cirurgia apresenta simplicidade de execução e realização ambulatorial sem o emprego de anestesia, mas também apresenta complicações como dor e retenção urinária.

Procure ajuda
Alguns trabalhos dependem da hemotransfusão, por serem mais complicados. Esse tratamento é seguro e de baixo custo, e apenas 20% dos casos necessitam dessa operação.

Hemorroidectomia é a retirada cirúrgica das hemorroidas, um tratamento cirúrgico que também não necessita de anestesia geral, não se dá pontos, é a técnica aberta mais utilizada, a dor no pós-operatório é tratada com remédios analgésicos, é necessário um período de afastamento de 10 a 15 dias das atividades normais.

hemorroida sentar

Desarterialização Hemorroidária Trans Anal Guiada por Doppler (THD) é uma cirurgia da qual não realiza cortes, e por isso, seu período pós-operatório é mais tranquilo, evitando dores e desconfortos provocados pelos outros procedimentos cirúrgicos, esse método traz consigo a anestesia geral, para melhor resultado.

“Com o ultrassom e Doppler, conseguimos identificar o ponto exato da artéria e veias hemorroidais, e neles, se faz a ligadura, levando à redução do hiperfluxo arterial. Em seguida, faz-se a elevação e fixação do prolapso hemorroidário no interior do ânus. É um tratamento preciso”, afirma o presidente da SBC.

Prevenção

Praticar exercícios físicos, ter uma alimentação rica em fibras, tomar muito liquido, regular e respeitar a necessidade de ir ao banheiro evacuar, não ficar muito tempo sentado, principalmente no vaso, caso seja necessário, tomar suplementos de fibra para completar a dieta.

Alimentos contraindicados

Dentre os diversos alimentos prejudiciais no qual irritam o intestino e causam a hemorroida, dentre eles:

  • Café
  • Pimenta
  • Coca-cola
  • Chá preto

É sempre bom evitar também alimentos muito pesados, no qual causa dificuldade no trânsito intestinal, diante dessas situações, é necessário estar bebendo bastante água para auxiliar neste processo.

Alimentos indicados

Os alimentos indicados são os que contém componentes que favorecem a digestão, normalmente os que possuem grandes fibras, como:

  • Frutas;
  • ALegumes;
  • Chia;
  • Linhaça;
  • Quinoa;
  • Aveia;
  • Amendoim;
  • Amêndoa;
  • Castanha.

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (1 votes, average: 5,00 out of 5)
Loading...

Leave a Reply