Herpes Genital – O que é, como se prevenir, sintomas e tratamentos. Confira tudo!

O herpes genital é uma doença causada pelo vírus herpes simplex, que age atacando a pele ou as membranas mucosas dos genitais, é uma doença sexualmente transmissível e é mais frequente em adolescentes e adultos, entre 14 ou 50 anos de idade.

herpes genital em mulher

Estima-se que um em cada cinco desses adolescentes e adultos estejam infectados pelo vírus, entretanto, a maioria não sabe que estão contaminados pelo vírus e não chegam nem a apresentarem sintomas.

O ideal seria fazer exames frequentemente, principalmente as mulheres pois é um sexo mais frágil e precisa de cuidados redobrados. Dessa forma se você é mulher procure sempre a ajuda de um ginecologista se caso sentir alguns sintomas, pois essa doença muitas vezes é silenciosa e você só depara com ela quando já está totalmente infectada com o vírus da doença.

Então fique atendo as reações e novidades em seu corpo, pois quando mais rápido você identificar a doença, mais rápido você será curado com uma vida saudável novamente sem preocupar com o que já passou e foi curado.

O que é a Herpes genital?

A doença age da mesma maneira em mulheres grávidas ou em mulheres não grávidas, o grande problema é o risco que há desse vírus ser transmitido para o bebê.

herpes genital na pele

herpes genital feminina

Normalmente a transmissão só ocorre durante o momento do parto, que é quando o bebê ao passar pelo canal vaginal entra em contato com as secreções que estão contaminadas e se encontram na genitália feminina. Também quando a mãe se encontra assintomática e sem nenhuma lesão, há grande riscos de transmissão.

herpes genital doi

A maior taxa de risco é quando a mulher se contamina perto do dia do parto, quando a infecção primária surge nos últimos dias de gravidez.

Procure ajuda
As mulheres gravidas e infectadas pelo herpes, podem realizar tratamentos com Aciclovir, não importando qual a semana de gestação em que a mulher se encontra.

É hereditária

O herpes não é uma infecção que costuma causar problemas relacionados a má formação para o feto, por raramente poder ser transmitida dentro do útero durante o período de gravidez.

herpes genital hereditaria

A melhor maneira de evitar a transmissão para o bebê, é sendo realizado o parto cesário, que anula as chances do bebê nascer infectado.

Quando a mãe já possui histórico de herpes genital, ela irá ter anticorpos circulando no sangue que irão fazer a proteção do bebê durante a gravidez e consequentemente o parto, podendo assim, ter uma gravidez segura e um parto vaginal seguro também.

Causas

O herpes genital pode ser causada por dois vírus distintos, sendo eles:

  • Vírus do herpes simples tipo 1. (HSV1);
  • Vírus do herpes simples tipo 2.(HSV2).

herpes genital principais causasA Herpes pode ser contraída também a partir do contato com a pele de uma pessoa infectada ainda que não há lesões visíveis ou pelo contato com fluidos da vagina de uma pessoa infectada ou pelo contato com a saliva.

Quando HSV está presente na superfície da pele de uma pessoa infectada, ele pode facilmente ser transmitida para outra pessoa através da pele húmida que as linhas da boca, ânus e os órgãos genitais. O vírus também pode se espalhar para outra pessoa através de outras áreas da pele, assim como os olhos.

Um ser humano não pode tornar-se infectados com HSV por tocar em um objeto, superfície de trabalho, lavatório, ou uma toalha que foi tocado por uma pessoa infectada. A infecção pode ocorrer das seguintes maneiras:

  • Tendo desprotegido sexo vaginal ou anal;
  • Ter sexo oral com uma pessoa que fica frio feridas;
  • A partilha de brinquedos sexuais;
  • Ter contato genital com a pessoa infectada.

O vírus é mais provável de ser passado antes da bolha aparece, quando é visível, e até que a bolha está completamente curado. O vírus do herpes pode ainda ser transmitida para outra pessoa, quando não há sinais de um surto, embora seja menos provável. Se uma mãe com herpes genital tem feridas durante o parto, é possível que a infecção pode ser transmitida para o bebê.

Como se contrai?

herpes genital no casamento

A transmissão de ambos os vírus ocorre devido ao contato sexual sem proteção. O HSV1 é encontrado na boca e passado para a região genital durante o sexo oral. O HSV2 é encontrado na região da vagina.

O herpes genital é repassado pelo contato com a pele de um indivíduo infectado que possui lesões visíveis como bolhas ou erupções. De acordo com os especialistas, o maior fator de risco é ter um alto numero de parceiros sexuais, podendo aumentar a circulação dos dois tipos do vírus.

Previna-se
Mesmo que uma pessoa não tenha sintomas do herpes genital visíveis, essa pessoa pode sim transmitir a doença, portanto, a coisa mais indicada a se fazer é manter relações sexuais com proteção.

A incidência do herpes é maior entre as mulheres, o HSV2 se mantem presente em 1 a cada 4 mulheres, e em 1 a cada 8 homens.

Sintomas

A maioria das pessoas infectadas com o herpes genital, não apresentam sintomas, portanto, não sabem que tem essa doença. Dentre os principais sintomas dessa doença, estão:

  • Lesões e erupções nas regiões genitais;
  • Úlceras nas regiões genitais, que podem chegar até mesmo a sangrar e causar dor ao urinar;
  • Cascas que se formam após as úlceras cicatrizarem;
  • Pequenas bolhas agrupadas nas regiões genitais;
  • Ínguas que causam sensibilidade na área da virilha;
  • Dores e irritações que aparecem após 2 a 10 dias após o contágio;
  • Coceira e desconforto;
  • Dor e ardor ao defecar, caso as bolhas estejam presente nas proximidades do ânus;
  • Febre;
  • Mal-estar;
  • Apetite reduzido;
  • Dores musculares na parte inferior das costas, coxas, joelhos e nádegas.

Essa doença se alterna em fases ativas da doença e fases de remissão, portanto, o paciente deve estar atento para não transmitir o vírus para outras pessoas.

herpes genital preservativo

Enquanto o paciente se encontra na fase ativa dessa doença, os sintomas podem ser mais graves, chegando a causar feridas em diversos locais do corpo como pênis, vagina, colo do útero, saco escrotal, ânus, coxas, nádegas e até a boca.

Para evitar esse tipo de doença o ideal é fazer o uso do preservativo conhecido por muitos como camisinha. Com o uso do preservativo você evitará esse tipo de doença, pois a camisinha impede que o vírus da doença pegue em você pois não estará totalmente exposto a doença.

Ao sentir os primeiros sintomas o ideal é que procure um médico no hospital mais próximo de sua casa o mais rápido possível, para que dessa maneira comece o tratamento para que tenha um chance de cura mais breve possível, impedindo que o vírus da doença se espalhe para seu corpo todo.

Tratamento

O tratamento mais comum ocorre com antivirais orais junto de pomadas, que chegam a aliviar os sintomas e curam as lesões causadas na pele. O tratamento tem duração de acordo com o quadro de cada paciente.

herpes genital acicovir

É muito importante que o tratamento seja mantido durante a orientação médica, para que assim, possa eliminar os sintomas e diminuir as chances de transmitir o vírus para outra pessoa.

Prevenção

O modo mais indicado de prevenção tanto para o herpes genital quanto para qualquer outra doença sexualmente transmissível, é manter relações sexuais com proteção e cuidados, ou seja, passe a fazer o uso de preservativos e anti-concepcionais. Tudo bem que a uma eficácia não chega a ser de 100 por cento, mas já ajuda muito a reduzir chance de acabar sendo contaminado.

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (689 votes, average: 4,60 out of 5)
Loading...

Leave a Reply