Lactase – Como funciona, sintomas e quem pode tomar

Boa parte da nossa alimentação é constituída, ao menos em uma pequena parte, por derivados do leite, alimentos que quase sempre estão presentes em nossa mesa fazendo assim parte de nosso cardápio. Assim como os seguintes:

  • queijos;
  • bolos;
  • sorvetes;
  • iogurtes.

Além de muitos outros produtos, contem leite na sua composição, o que pode ser um sério problema para pessoas que tem intolerância a lactose. E a fazerem a sua digestão pode ser que venham a passar mal, onde algumas tem apenas algumas dores no estômago, e já outras podem acabar tendo problemas um pouco mais sérios, assim como alergias ou pontadas mais fortes no estômago.

lactase leite

Leia com atenção
Com isso em vista, e sabendo que comida é também uma forma de interação social, pois pessoas reúnem-se todos os dias para conversar e comer, a alergia a lactase pode tornar-se um grande limitante das atividades sociais. Todavia, os laticínios não foram sempre parte integrante da dieta humana e passaram a marcar presença a partir da domesticação do gado e criação da pecuária.

Por que algumas pessoas tem intolerância a lactose?

Todos tem um certo grau de intolerância, entretanto a variante nesses casos é a quantidade necessária para provocar os sintomas característicos da deficiência de lactase.

lactase negacao

lactase exame

Portanto, a intolerância está intimamente ligada à capacidade de produção da enzima lactase, não a um vírus ou patologia externos. E o lado bom nisso é que existem meios de conseguir acabar com isso, na maioria das vezes tratamentos médicos com uso de medicamentos para poder normalizar este problema que vem afetando cada vez mais indivíduos pelo mundo.

Como funciona a suplementação?

A lactase, entretanto, não precisa ser fator limitante para uma dieta. Muitas vezes, a intolerância pode ser contornada por meio do uso por vias suplementares. Em outras palavras, é responsável pela digestão do leite pode ser obtida através do uso de suplementos de lactase.

Veja como age
Com o uso da suplementação de lactase os sintomas da intolerância á lactose deixam, em muitos casos, de serem sentidos, visto  que permanecia no sangue causando hiper fermentação e gerando os típicos sintomas da doença, é totalmente digerida e aproveitada.

Quem pode tomar lactase?

lactase frascoPor se tratar de uma suplementação e não um medicamento que não tem restrição em seu uso. Qualquer pessoa que sentir os incômodos efeitos da insuficiência na produção de lactase pode consumir a suplementação. Em suma, o melhor momento para consumir a enzima é junto com o consumo de alimentos que contenham (para os intolerantes de alto nível) ou quando a lactase será consumida em grandes quantidades (para os intolerantes moderados).

Pessoas com dietas com grande consumo de leite e derivados, por quaisquer motivos, também tem o uso da lactase recomendado, haja vista que a intolerância pode ser desenvolvida caso tenha-se uma sobrecarga na produção da enzima.

Onde posso encontrar os suplementos de lactase?

A suplementação de lactase pode ser encontrada em qualquer farmácia ou loja de suplementos alimentares. Antigamente achar a enzima a venda em lojas brasileiras era bastante difícil, dado seu rigoroso controle. Contudo hoje o suplemento pode ser facilmente encontrado e com bastante diversidade de marcas e preços. No geral os preços da enzima variam entre 45 e 70 por pote com 60 capsulas e podem ser encontrados também em diferentes contrações.

Intolerantes à lactose podem usar?

A enzima tem como ideia ajudar, principalmente, os intolerantes a lactose. Por sua baixa ou inexistente capacidade de digerir a dieta dos intolerantes torna-se restritiva e incomoda. O uso vem como auxilio para que o intolerante possa ter uma alimentação menos restritiva e sacrificante.

lactase vidro

lactase laticinios

Em especial, é bom que o intolerante a lactose tenha em mente que a enzima, mesmo que consumida regularmente e com pontualidade, ainda não é capaz de sessar totalmente os efeitos da intolerância.

Caso uma grande quantidade for consumida é possível que apenas a suplementação de lactase não baste para realizar a digestão completamente. Com isso é necessário o cuidado do intolerante quanto as quantidades ingeridas nas refeições, onde em muitos casos os pacientes acabam passando com nutricionistas, onde eles fazem uma indicação com todas as quantidades mais seguras para que possam consumir de forma segura.

Quais são os tipos de intolerância a lactose?

A intolerância a lactose divide-se em tipos, onde cada um deles tem sua maneira de se mostrar, cada um trabalha de uma maneira diferente, assim como os seguintes:

Primaria

A produção tem deficiências de base genética e se desenvolve com o passar do tempo.


Secundaria

Atenção com esta fase
Tem como princípio algum fator que leva à diminuição da produção de lactase e, consequentemente, a uma menor absorção pelo estomago. Normalmente são causados por fatores externos.

Congênita

Também tem bases genéticas mas, diferentemente do tipo primário da doença, manifesta seus sintomas desde a fase inicial do nascimento, exibindo uma grande rejeição ao leite materno e fortes cólicas causadas pelo mesmo.

lactase bebe

Normalmente esse tipo da doença é identificado por um médico ainda nos primeiros meses de vida e conta com um histórico familiar de intolerantes a lactose. E que é tratado o mais rápido  possível, até porque o bebe no início depende do leite de sua mãe para a sua formação, que ao serem tratados no início são muito mais simples.

Sintomas da intolerância a lactose

São sintomas comuns da intolerância a lactose, que por sorte também são muito fáceis de serem detectados, mas é claro que devem sempre prestar muita atenção a cada um deles, para que assim possam procurar ajuda médica e parar de sofrer com estes problemas. Sendo assim os seus principais sintomas vocês podem conferir mais abaixo:

  • Diarreia;
  • Gordura nas fezes;
  • Indigestão;
  • Inchaço;

  • Náusea;
  • Dores no estomago;
  • Arrotos;
  • Flatulência.

Esses causados pela incapacidade de absorver. É importante procurar um médico qualificado para averiguar a existência da desordem e recomendar o tratamento adequado. E em hipótese alguma faça o uso de algum medicamento sem a indicação de um especialista, até porque o uso de qualquer medicamento pode acabar trazendo algum tipo de risco agravando ainda mais os seus problemas.

Conclusão

Esperamos que possam ter entendido tudo em relação a este assunto, para que possa ser mais simples a descoberta desse problema caso venham a ter, para que possam procurar ajuda o quanto antes impedindo assim que isso possa acabar se tornando uma doença ainda mais grave.

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (695 votes, average: 4,60 out of 5)
Loading...

Leave a Reply